Exatamente nas 27 semanas completas, decidi executar o início da preparação do chá de fraldas da Luísa. Para a alegria das amigas, criei o evento no facebook 🙂

Creio que seja sabido por todos, que o chá de bebê/fraldas é tradicionalmente organizado pela gestante e suas amigas. E que é tradicionalmente um evento feminino.

Entendeu?
*Tradicionalmente um evento feminino*
*Chá de Fraldas*

Ok, vamos por partes… Eu não decidi ainda se ficarei restrita ao gênero dos convidados. Acho que isso não tem sentido… É um evento para a chegada do bebê, onde interessa apenas a mulheres? Isso é… uma mulher que será mãe, se reúne com outras mulheres e essas compartilham a experiência de uma nova vida que chegará e isso só “interessa” às mulheres?
Hummm… Eu sinto que a troca de experiências pode e deve ser compartilhada entre qualquer pessoa, independente do gênero – de forma livre e natural.
Mas ainda vou pensar com carinho sobre isso, afinal, existem variáveis como qtde de convidados, alimentação… etc…

Outro ponto… A palavra “Fralda” me remete a: “lixinho de cocô”. Dessa forma, é fato que 1 bebê usando fraldas, gera um impacto ecológico no meio ambiente, certo? Sei que existem formas de suprir isso, mas fraldas de pano… não rola! E fraudas orgânicas sustentáveis, que custam em média R$140,00 – 30 unidades… Não rola mesmoooo!

Partindo da motivação acima, eu estou certa que o tema do chá será: “Sustentabilidade ambiental“. Isso me dá a sensação que posso de alguma forma, minimizar o impacto que as fraldas vão gerar… Estou ainda só com ideias, mas em breve conto maiores detalhes.

bjs

 

 

Advertisements