Bom… completo 38 semanas no início da semana que vem. Meu afastamento do trabalho já é dado como certo…

Como eu me sinto? 
Ah… Me sinto estranha. Estou feliz por estar chegando o momento do nascimento da minha Luísa, porém, me sinto confusa pois ficarei longe do cotidiano que tanto gosto.

Na última sexta-feira, eu recebi uma linda surpresa do pessoal do trabalho (sim, eu chorei ao ler). No cartão (onde tinha assinaturas e lindas frases da galera), algumas chamaram minha atenção:

“Já fez a inception desse projeto?” (By Fabeni)
“Boa sorte com o release desse MVP de serumaninho” (By André)
Ao mesmo tempo que as afirmações me levou ao âmbito profissional, que é uma vida que tenho grande prazer em exercer, também me fez pensar na minha jornada pessoal.

“Meu MVP de serumaninho”…

Terei em poucos dias, uma pessoinha praticamente “crua”, inocente em todas as formas… Ela poderá ser absolutamente TUDO que quiser.

Tudo isso me faz sentir uma grande responsabilidade. Afinal, o primeiro “release” está chegando e eu já tenho que fazer o “grooming” da próxima “sprint”. Mesmo sem ainda ter a visão do “carry over”, preciso continuar a “desenvolver”, pois o “product backlog” é longo…

Não sei se minha Luísa será quietinha, agitada, nem qual será a sua personalidade. Tudo isso gera baixa confiança na contagem dos “CPs” e não me dá a visão do “capacity” suportado nas “sprints”.

Apesar de tudo isso, farei como deve ser feito em qualquer desafio: Manterei os “riscos” mapeados (na medida do possível, claro) e controlarei a evolução dessa nova experiência, anunciando nas “dailys” dos meus amigos/famílias os “blockers” que encontrar… E sei que diante de pessoas tão maravilhosas, eu tenho certeza que resolverei quaisquer “impedimentos”!

Estou muito grata pelas pessoas que o universo colocou em meu caminho.
Obrigada Galera!!!

Advertisements